Império dos Bravos

O Império dos Bravos é caracterizado por uma forma de governo autocrática liderada por um imperador e por extensas possessões territoriais. No apogeu de sua extensão territorial exerce autoridade por toda Ragnarok, na grande Ilha, na região costeira, no deserto ressecado e ainda nas cavernas radioativas do complexo tecnológico abandonado.
Os dois principais elementos do estado imperial são o governo central e as forças armadas. As forças militares impõem o domínio sobre um território através de campanhas militares. No entanto, depois que uma cidade ou povo aceitam os tratados de cooperação, as missões militares convertem-se em missões de policiamento.
O imperador é a suprema autoridade política do império, reservando para si competências como o direito de declarar guerra, ratificar tratados e negociar com líderes estrangeiros. Por delegação do imperador a lei é aplicada pelo Conselho dos Bravos, que possui jurisdição para deliberar sobre processos que envolvam os cidadãos, embora haja poucos funcionários para fazer cumprir a lei de forma uniforme entre as províncias. Para os que não têm cidadania, títulos ou condecorações, a política do império consiste em respeitar a mos regionis, a "tradição local" ou "leis da terra", vendo-as como fonte de precedentes jurídicos e de estabilidade social.
O grande avanço sociológico trazido pelo Império dos Bravos foi a criação de uma sociedade multicultural, com uma surpreendente capacidade de coesão, capaz de criar uma noção de identidade comum ao mesmo tempo que assimilou os mais diversos povos no seu sistema. A preocupação em criar monumentos e espaços comunitários abertos ao público, ajudou a estabelecer o sentimento de cidadania. As condecorações frequentes na Cidadela dos Bravos criaram sistema complexo de múltiplas hierarquias, que o conceito contemporâneo de classe social não define de forma precisa.

Para disciplinar a convivência nas áreas comuns criadas pelo Império dos Bravos, o Imperador Especialista77 proclama a seguinte lei.

Lei 001/2018.

Art.1º Os nomes e expressões "Império dos Bravos", "Imperador Especialista" são de uso exclusivo e não podem ser utilizados sem expressa autorização imperial.
Pena cominada: Multa ou Prisão.

Art.2º No interior das áreas de uso comum do Império dos Bravos é proibido:
I - Matar pessoas ou animais domesticados.
II - Roubar pessoas ou animais domesticados.
III - Danificar ou vandalizar estruturas.
Pena cominada: Multa ou Prisão.

Art.3º Nas investigações qualquer cidadão pode ser convocado para prestar depoimento.
Art.4º Todos os que se recusarem a cumprir as determinações dessa lei serão considerados foragidos.
Art.5º Os foragidos terão a pena agravada e serão considerados procurados pela Guarda Imperial.
Art.6º Aquele que capturar e entregar um foragido será recompensado.

Essa lei deve ser divulgada e cumprida em todos os territórios sob domínio imperial e ninguém poderá em sua defesa alegar o seu desconhecimento.


ATENÇÃO! As regras do servidor estão descritas na seção: REGRAS DO SERVIDOR.
A "Lei" acima deve ser interpretada como um evento do servidor. Seu descumprimento trará consequências dentro do jogo, mas não será considerado descumprimento de regra do servidor.

Adicionamos um tempero "role playing" ao nosso jogo. A instauração do Império dos Bravos desencadeará uma série de pequenos eventos interligados, que podem ser intensificados, dependendo do interesse dos jogadores.

Importante ressaltar que esses novos elementos são opcionais e não vão interferir na dinâmica dos servidores PvP. Os administradores criarão estruturas e animais para materializar o Império dos Bravos em todos os mapas. Aqueles que não gostam desse estilo de jogo e não desejam participar devem apenas ignorar estruturas e animais que contenham a expressão Império dos Bravos, abstendo-se de qualquer tipo de interação. Quem de qualquer forma interage com os personagens, animais e estruturas do Império dos Bravos ingressa nessa vertente do jogo, dando liberdade aos administradores e seus colaboradores para que interajam com o seu personagem, seus animais e suas estruturas.


Império dos Bravos (2018)